Boletim CCBJ

A CCBJ envia mensalmente boletim eletrônico para associados. Na edição de janeiro, o artigo foi escrito pela Embaixadora Maki Kobayashi, Diretora-Geral, da Divisão para a América Latina e Caribe, do Ministério dos Negócios Estrangeiros do Japão. Ela escreveu sobre o trabalho realizado entre o Japão e o Brasil e as perspectivas econômicas, políticas e culturais entre os dois países.

 

Saudações de Ano Novo

 

Por Embaixadora Maki Kobayashi, Diretora-Geral, da Divisão para a América Latina e Caribe, do Ministério dos Negócios Estrangeiros no Japão

 Feliz 2022!

 Gostaria de desejar a todos os membros da Câmara de Comércio e Indústria Brasileira no Japão que este ano traga muita saúde e felicidade.

 Já entramos no terceiro ano da pandemia e iniciamos 2022 com uma série de restrições. No ano passado, apesar dessas limitações, conseguimos avançar nos diálogos e nas cooperações bilaterais nipo-brasileiras. Em janeiro, por exemplo, o então ministro dos Negócios Estrangeiros, Toshimitsu Motegi, visitou o Brasil para fazer uma visita de cortesia ao Presidente Jair Bolsonaro e encontrar-se com o então ministro das Relações Exteriores, Ernesto Araújo.

 Em outubro, foi realizado um diálogo político em nível vice-ministerial em Tóquio, e em dezembro, houve uma conversa telefônica entre o ministro das Relações Exteriores, Yoshimasa Hayashi, e o ministro das Relações Exteriores, Carlos França. Eles abordaram uma ampla gama de questões, debatendo desde o fortalecimento de uma ordem internacional livre, aberta e baseada no Estado de Direito, revitalização econômica para a era pós-COVID e cooperação num esforço para o enfrentamento dos desafios internacionais como mudanças climáticas e desarmamento e não-proliferação. Durante os Jogos Olímpicos e Paralímpicos, o ministro da Cidadania, João Roma e o ministro do Esporte, Marcelo Reis Magalhães, visitaram o Japão, onde a delegação brasileira conquistou 21 medalhas olímpicas, o maior número da história do Brasil nos Jogos Olímpicos, e 72 medalhas paralímpicas, igual ao recorde obtido no Rio, impressionando e inspirando o público japonês.

 Além disso, o encontro do Grupo de Notáveis para uma Parceria Econômica Estratégica Brasil-Japão e a reunião plenária do Conselho Empresarial Brasil-Japão foram realizados de forma online. Nessas ocasiões, os representantes dos dois países concordaram em trabalhar conjuntamente para desenvolvimento da sociedade digital, construção de um círculo virtuoso entre as atividades econômicas e as ações de combate às mudanças climáticas, e a expansão do comércio e dos investimentos com ênfase na segurança alimentar e energética.

 A pandemia nos lembrou a importância dos encontros presenciais e das oportunidade para aprofundar as relações de amizade nos intervalos das reuniões e de visitar os locais e conferir o ambiente pessoalmente. Ao mesmo tempo, essas dificuldades ajudaram a desenvolver as ferramentas para realizar reuniões online ou híbridas com atmosfera mais próxima ados encontros presenciais, o que ampliou possibilidades de trocar opiniões mais facilmente com maior frequência.

 Nesse sentido, espero que o cenário pós-COVID traga uma nova vitalidade no mundo, mais do que compensar apenas o tempo perdido. Devemos também tomar medidas para atender a essas expectativas. Gostaria de contar com a cooperação de todos para fortalecer ainda mais as nossas relações de amizade abrangente e firme nas diversas áreas como política, economia, ciência, tecnologia e cultura, para desenvolvermos juntos, inspirarmos juntos e tomarmos a iniciativa juntos.

 Este ano, o Brasil celebra os 200 anos da independência. Apesar de uma série de desafios enfrentados pelo mundo atual, espero que o Japão e o Brasil, como “parceiros estratégicos globais”, possam estreitar ainda mais as cooperações bilaterais neste ano.

 Gostaria de expressar mais uma vez minha sincera gratidão à Câmara de Comércio e Indústria Brasileira no Japão por sua grande contribuição, não apenas para o estreitamento das relações econômicas bilaterais, mas também para os intercâmbios na esfera civil, como o Festival Brasil. Por fim, desejo a todos vocês muita felicidade e sucesso neste ano.

Facebook
WhatsApp
Twitter
LinkedIn
Pinterest
Veja também